Rev. Jefferson M. Reinh

E aqui vamos nós. Segundo domingo de 2020 já chegando, para muitos apenas seguindo em “piloto automático”, vida sem uma pausa e uma avaliação da caminhada, sem momentos de contemplação e descanso, sem o refrigério que nos permite olhar para frente e crer em dias melhores, na presença do Senhor. Para outros, a indiferença com a própria vida, “deixa a vida me levar”, sem perceber o quão alto se pode voar, na presença de Deus. Para outros tantos, um novo olhar se aproxima, e 2020 vai se desenhando como um tempo de crescer, amadurecer, se fortalecer, e avançar numa vida cada vez mais plena, na presença de Deus. Onde nos encontramos, dentre essas e outras disposições para esse ano?

Observando nossa chamada para o ano, o “Ano das Boas Notícias”, venho destacar alguns textos que enchem meu coração de expectativas, de fé e de coragem para exercer o chamado que Deus tem para nós. A Palavra do Senhor é transformadora, libertadora, pode restaurar a alma daquele que a lê e se dispõe a caminhar sob sua autoridade (Sl 19.7). Assim, procuro encharcar a alma com a bendita Palavra, a fim de ser encorajado a ser um agente de bênçãos e transformação por onde o Senhor permitir. Diante dos choques de realidade, agora que a fumaça dos fogos se dissipou e a fumaça dos incêndios australianos chega até nosso continente, agora que as bebidas secaram e as contas vêm chegando, agora que as roupas coloridas estão nos armários novamente e vestimos a real condição financeira, relacional, de vida social, é tempo de se perguntar: “como encarar a vida real?”

Vejamos um texto profético, dirigido a uma nação que foi reprovada por Deus por sua idolatria, seu abandono com as coisas de Deus, sua perversa atitude diante de outras nações. Embora reprovado, aquele povo ouviu da boca do mensageiro de Deus: “Tu, ó Sião, que anuncias boas-novas, sobe a um monte alto! Tu, que anuncias boas-novas a Jerusalém, ergue a tua voz fortemente; levanta-a, não temas e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus!” (Is 40.9) – Assim como nos dias de Isaías, é tempo de anunciar ao nosso povo que mesmo em meio a tantas aberrações como é nítido nos nossos dias, Deus está entre nós, pronto a socorrer e salvar. Viva e anuncie isto!

Vejamos o evangelho de Lucas, quando Jesus lê outro texto de Isaías, agora no capítulo 61.1,2. Jesus lê o texto que diz que é tempo de se apregoar o ano aceitável ao Senhor, e exercer grandes libertações. Ele aplica o texto a si mesmo, nEle se cumpre que o Espírito do Senhor está sobre Ele (Lc 4.18,19). Vivamos isso: sejamos quebrantados e humildes na presença de Jesus, e anunciemos que Ele liberta os cativos.

Vamos aos apóstolos. Pregadores em meio a um tempo inóspito, homens que anunciavam o evangelho em meio a tantas contrariedades, a mão de ferro do império romano, e ainda assim possuíam a mensagem de vigor e ânimo: ”fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus”(2Tm 2.1). Nestas três passagens, em meio a desafios, a Palavra é “siga para Jesus”.

Como cantamos, é a graça de Jesus nos faz caminhar. Vamos seguir em frente, tendo a boa mão do Senhor sobre nós. Encha seu coração com a Bíblia, ore e caminhe. O ano de boas notícias é uma realidade entre nós. Deus abençoe sua semana!

Recommended Posts